melhores investimentos na bolsa de valores
Melhores

As Ações e os FIIs Preferidos do Público de Facebook

Neste momento, os analistas do mercado financeiro são unânimes em dizer que uma nova onda de valorização da Bolsa de Valores brasileira está em formação. Desde que começaram os rumores de impeachment da presidente Dilma no início de 2016, a Bolsa já subiu 100% e ainda pode subir mais pois as reformas estruturais promovidas pelo governo Temer, bem como aquelas que ainda estão em pauta como a reforma da previdência, são muito bem vistas pelo mercado financeiro. Outro fator que também está contribuindo para a valorização dos ativos da Bolsa de Valores como ações e FIIs, é a queda da taxa básica de juros (SELIC). Isto porque a diminuição da taxa de juros faz com que os investimentos de renda fixa fiquem menos atrativos quando comparados com os  investimentos de renda variável. Mas como se preparar para investir em ações e FIIs na Bolsa de Valores e, desta forma, surfar esta possível onda de valorização que os analistas estão prevendo?

Segundo reportagem do portal G1, o principal índice de ações da bolsa brasileira vem atingindo nas últimas semanas novas máximas históricas, superando o patamar de 77 mil pontos. O Ibovespa acumula ganho de mais de 23% no ano, após uma valorização de 39% em 2016. E a tendência para a Bovespa continua de alta. A bolsa está nesta trajetória de otimismo desde o início do ano passado. A recuperação do Ibovespa acontece após 3 anos seguidos de perdas, entre 2013 e 2015. Entre os principais fatores que explicam a alta da Bolsa de Valores, estão:

  • Liquidez internacional elevada em meio a taxas de juros baixas nos EUA. Ou seja, o cenário externo segue favorável para o maior apetite ao risco e para o fluxo de capital estrangeiro em países como o Brasil;
  • Perspectiva de continuidade de queda da taxa básica de juros (SELIC), que reduz a atratividade de aplicações em renda fixa e aumenta a busca por ativos de maior risco como ações;
  • Sinais de recuperação gradual da economia, o que melhora a perspectiva em relação ao resultado das empresas de capital aberto;
  • Dólar em queda, o que reduz o o custo de importação de insumos e melhora as margens de lucros das empresas
  • Expectativa de avanço da agenda de reformas do governo Temer no Congresso;
  • recuperação do preço de commodities como petróleo e minério de ferro no mercado internacional, que impacta na valorização dos papeis de empresa como Vale e Petrobras.

Os investidores estrangeiros, que respondem por cerca de metade do volume financeiro movimentado na Bovespa, vêm elevando suas apostas e contribuindo para o avanço do índice. De uma participação de 35,5% no volume de compra e venda de ações em 2008, os estrangeiros passaram a responder por uma fatia de 49,7% dos negócios, segundo dados da B3.

Diferentemente do investidor pessoa física aqui no Brasil que abandonou um pouco a bolsa nos últimos anos, o investidor estrangeiro não fez isso. Ao contrário, vem aumentando suas posições. Isso porque entende que o Brasil está passando por uma crise econômica, mas está começando a superá-la.

Mas a recuperação da Bovespa tem atraído um número maior de investidores pessoas físicas para o mercado de ações. Somente em 2017, são cerca de 30 mil investidores a mais desta categoria comprando e vendendo ações e FIIs, segundo dados da Bolsa. Para estes novos investidores, será cada vez mais importante encontrar os ativos corretos. Não basta entrar e já ir comprando qualquer ação ou FII, é preciso estudar muito antes de fazer qualquer aquisição.

Por Que a Bolsa Sobe?

Se você não está muito familiarizado com o mercado financeiro e a Bolsa de Valores, é bom entender como funciona o sobe e desce que você, vez ou outra, lê nos sites da internet ou vê no Jornal Nacional. Vou tentar ser o mais didático possível e não usar termos técnicos de economia. De forma geral, o que determina o preço de um ativo de renda variável é em sua grande maioria a lei de oferta e procura. No caso de uma ação, se a empresa tem boas perspectivas de crescimento e lucros a longo prazo, cada vez mais pessoas irão comprar os papeis desta empresa, ou seja, tornar sócio da empresa. Com isso, dado que suas ações negociadas no mercado são limitadas, haverá um demanda pelas ações da empresa o que gerará um aumento do preço.

O mesmo ocorre quando acontece o contrário, ou seja, se as expectativas são negativas, tanto para a empresa como para a economia de uma forma geral, alguns investidores desejarão se desfazer de seus papéis o mais rápido possível, mesmo que para isso tenham que vender a um custo menor do que compraram. Como a Bolsa de Valores nada mais é do que um grande balcão de negociação de ações e outros ativos, então dizer que a Bolsa está subindo é o mesmo que dizer que a maioria dos ativos está tendo os preços elevados em função de uma demanda de compra maior. E vice-versa, se a crise está aumentando então vários investidores começarão a vender seus ativos por preços cada vez menores fazendo com que a Bolsa caia.

Mas na Bolsa não existem só investidores. Há também uma figura conhecida como especulador. Os investidores entram na bolsa tendo em vista o médio e o longo prazo enquanto os especuladores atuam no curto prazo tentando tirar proveito da oscilação do preço dos ativos. E em muitas vezes eles são os próprios causadores destas oscilações. Estes agentes aproveitam determinados momentos do mercado para comprar e vender de forma mais intensa e num espaço menor de tempo. Este processo acaba por potencializar ainda mais as altas e baixas no mercado, fenômeno este que é conhecido como alta volatilidade de mercado.

Como Obter Informações para Compra de Ações e FIIs?

Se você é um investidor iniciante e está em busca de informações para investir corretamente na Bolsa, a boa notícia é que a internet e as livrarias estão repletas de artigos, vídeos, palestras e livros sobre o assunto. A má notícia é que a quantidade de material disponível é tão grande que você poderá ficar uma década estudando sobre o assunto e ainda terá muita coisa para analisar. Costumo dizer que o mercado financeiro deve ser encarado como uma faculdade, isto é, você precisa estudar pelo menos 4 anos para depois começar a agir. E mesmo com uma bagagem boa de estudos você ainda irá cometer vários erros de investimentos. Mas se você fizer a lição de casa direitinho, o saldo final será positivos pois você irá acertar mais do que irá errar.

Para quem está começando, indico participar de um grupo de investidores muito ativo no Facebook. Trata-se do grupo da Suno. Lá você poderá lançar sua principais dúvidas de investimento bem como interagir com outros colegas investidores – iniciantes e também experientes.

grupo suno facebook

Este grupo foi criado e é mantido pela Suno Research. A Research é uma consultoria de investimentos independente. É uma casa de análise financeira que oferece uma linha de produtos e serviços diferenciados para investidores individuais. Seu principal objetivo é trazer para o investidor pessoa física informações relevantes que antes estavam acessíveis apenas aos grandes investidores.

Com foco no mercado nacional de ações e FIIs, a empresa provê dados detalhados que auxiliam investidores individuais na tomada de decisões para investimentos inteligentes. Os relatórios são elaborados de forma independente e com linguagem de fácil compreensão.

Ações e FIIs Mais Comprados

A título de exemplo (você não deve encarar este post como uma recomendação de compra), fiz uma compilação das ações e FIIs mais compradas pelos investidores que participam do grupo da Suno no Facebook. Esta informação foi retirada de um post no qual a Suno perguntou aos participantes do grupo qual era a maior posição na carteira de investimentos. Nesta lista você conhecerá então quais são as ações e FIIs estão em maior proporção nas carteiras de investimentos destes participantes.

#1 – Itaúsa

A Itaúsa parece ser a queridinha dos investidores que participam do grupo da Suno. De um total de 475 participantes da pesquisa, ela é a maior posição na carteira de 100 deles. A Itaúsa é uma holding de muito sucesso no Brasil, e carrega consigo o mérito de ser a controladora de um dos bancos mais rentáveis do planeta, o Itaú Unibanco, e por conta disso, a Suno Research gosta muito da companhia, a qual recorrentemente, inclusive, a cita amigavelmente como sendo a “Berkshire Hathaway brasileira”. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

itausa

#2 – Taesa

Em segundo lugar vem a Taesa com 79 citações. No passado, um dos mentores intelectuais da Suno – Luiz Barsi – fez uma recomendação sobre a TAESA (TAEE11), e hoje a empresa é parte também do portfólio de ações recomendadas da Suno Research para uma carteira de dividendos. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

taesa

#3 – Multiplus

A Multiplus, controlada pela TAM S.A, é uma rede de fidelidade que é composta por inúmeras empresas e programas de fidelidade. A empresa foi criada em junho de 2009, como uma unidade de negócios do Grupo Latam, mas ainda em 2009 se tornou uma operação independente, tendo seu capital aberto na bolsa de valores em fevereiro de 2010. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

multiplus

#4 – AES Tietê

A AES Tietê é uma empresa de geração de energia elétrica, adquirida pelo grupo AES Brasil em 1999. Com planos de expansão como a aquisição da usina eólica, Alto Sertão II, a Tietê reduz sua exposição aos riscos de caráter hidrológicos e amplia suas fontes de receita. O ROE da empresa é elevado, de 24,0%, passando na “regra de bolso” onde este indicador deve ser superior a 10% e se possível a 15%. No mais, a empresa atualmente negocia a um Yield projetado de 7,8%, em suas ações preferenciais, que é um valor interessante. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

aes tiete

#5 – BB Seguridade

A BB Seguridade Participações S.A. (BB Seguridade) é uma empresa de participações (holding) que é controlada pelo Banco do Brasil S.A. (Banco do Brasil) e atua em negócios de seguridade. A empresa detém participação em sociedades com parceiros privados que operam produtos de seguros, além de deter participação no segmento de previdência, através da Brasilprev, capitalização com a BrasilCap, e corretagem de seguros, com a BB Corretora. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

bb seguridade

#6 – Itaú

O Itaú Unibanco (ITUB4 e ITUB3) é um dos bancos de maior ROE do planeta atualmente, tendo sido um grande pagador de dividendos nos últimos anos, e apresentado uma gestão que demonstra respeito ao acionista. Mas será que em temos de migração das agências para o mundo digital e o aumento da competição, a empresa continuará sendo uma boa escolha para os investidores? Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

itau

#7 – Unipar Carbocloro

A Unipar Carbocloro foi fundada em meados de 1969, quando iniciou com a produção de produtos químicos e petroquímicos, como soda, cloro e derivados. A empresa passou por inúmeras mudanças desde a sua fundação, como em 2010, que vendeu seus ativos do setor petroquímico, sendo configurada hoje como uma holding, isto é, uma empresa de participações. Dentre suas participações, a que se destaca é 100% da Carbocloro, um ativo com grande potencial de geração de caixa e com baixa volatilidade. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

unipar carbocloro

#8 – Petrobras

A Petrobras (PETR3 / PETR4) é, com toda certeza, uma das empresas que mais atrai a atenção de investidores e interessados em investir na Bolsa de Valores, e quando o assunto é investimento em ações, é sempre a ação da Petrobras que é a mais lembrada. Alvo de inúmeras investigações, escândalos de corrupção e com uma gestão que se mostrou ineficiente nos últimos anos, a empresa acabou por enfrentar um cenário adverso, o que levou suas ações, que um dia já valeram mais de R$ 40,00 a custarem cerca de R$ 12,00, tendo atingido um valor próximo a R$ 6,00 no ano passado. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

petrobras

#9 – IRB Brasil

A empresa de resseguros, IRB Brasil Resseguros, líder de market share, com mais de 70% de participação no mercado ressegurador e grande expertise no setor, é mais um exemplo de empresa que deverá entregar dividendos atrativos para os próximos 12 meses. Além disso, seu foco em expansão internacional, em especial na América Latina, vem colaborando para a empresa expandir seus resultados e representa naturalmente um trigger de crescimento para o longo prazo. Saiba mais sobre a empresa clicando na imagem a seguir:

irb brasil re

#10 – Maxi Renda FII

O Maxi Renda FII é um fundo de investimento imobiliário. Fundos imobiliários são fundos de investimento fechados e sem resgate possível, porém que investidores podem vender suas cotas, sempre constituídos por um administrador com o principal objetivo de investir em ativos imobiliários, tais como hospitais, imóveis residenciais, lajes corporativas, galpões logísticos, sedes empresariais, shoppings, imóveis residenciais, imóveis de varejo e títulos de dívida imobiliária. Exemplos: CRI e LCI. Saiba mais sobre FIIs clicando na imagem a seguir:

maxi renda fii

A seguir você irá conhecer a lista completa das ações e FIIs elencados pelos investidores. Antes veja o gráfico com os 25 ativos mais citados.

melhores investimentos para 2018

Ação Indicações
ITSA 100
TAAE 79
MPLU 38
TIET 34
BBSE 18
ITUB 16
UNIP 16
PETR 11
IRBR 10
MXRF 8
ABEV 7
BBDC 6
GRND 6
GUAR 6
BBAS 5
FESA 5
MFII 5
SAPR 5
VALE 5
ABCB 4
CESP 4
RADL 4
WIZS 4
BCRI 3
BRCR 3
BVMF 3
CMIG 3
EGIE 3
HGTX 3
PQDP 3
PTBL 3
BRAP 2
CIEL 2
KLBN 2
LREN 2
MDIA 2
MGLU 2
SMLS 2
TRIS 2
WEGE 2
ALUP 1
APPL 1
ARZZ 1
ATOM 1
BBRK 1
BNBR 1
BRFS 1
CARD 1
CGAS 1
CGRA 1
CVCB 1
ELET 1
EMBR 1
EQTL 1
ETER 1
FIBR 1
FLMA 1
FLRY 1
JRDM 1
KNIP 1
KNRI 1
MRFX 1
ODPV 1
OIBR 1
PMAM 1
POMO 1
PRIO 1
RAIL 1
RNGO 1
ROMI 1
SHPH 1
SULA 1
TPIS 1
TRPN 1
TUPY 1
VISC 1
VLID 1

Ações Que Estão Dando Dor de Cabeça aos Investidores

O bacana de participar do grupo da Suno no Facebook é que a comunidade é bem ativa e dinâmica. Durante todo dia (e toda noite) investidores e os moderadores do grupo estão debatendo e lançando questões. Uma pergunta que foi lançada recentemente no grupo foi: “Qual empresa você comprou e se arrependeu depois?” Veja abaixo as respostas…

piores investimentos para 2018

Ação Indicações
CMIG 16
PETR 15
ETER 13
CESP 8
MGLU 7
MOVI 7
SAPR 7
OGXP 6
ELPL 5
EMBR 5
VLID 5
CSAN 4
BBTG 3
BSEV 3
FJTA 3
GFSA 3
HBOR 3
JBSS 3
LAME 3
MMXM 3
OIBR 3
TCSA 3
TIET 3
USIM 3
VALE 3
ABCB 2
AGEN 2
AMAR 2
BRFS 2
CARD 2
GOAU 2
LLXL 2
PDGR 2
PFRM 2
POMO 2
SHUL 2
ABEV 1
AFLT 1
AGRO 1
BBRK 1
BMEB 1
BPNM 1
BRCR 1
CCXC 1
CIEL 1
CRFB 1
DIRR 1
ENEV 1
ESTR 1
FIBR 1
GGBR 1
HRTP 1
INEP 1
JHSF 1
KROT 1
LAEP 1
LEVE 1
LIGT 1
LOGN 1
LPSB 1
ODPV 1
PPLA 1
PRFM 1
RCSL 1
RNEW 1
SLED 1
TAEE 1
TCNO 1
TPIS 1
TRPL 1
UNIP 1
VVAR 1

Como Escolher Boas Ações para Investir?

A escolha de uma ação é tão importante quanto à própria decisão de investir em ações. Você viu no tópico anterior que alguns papéis são campeões em deixar os investidores insatisfeitos. Na maior parte dos casos foi um investimento equivocado e o investidor deve fazer um exercício de humildade e reconhecer o erro. Mas afinal, como evitar estes erros e escolher as melhores ações para investir? A resposta a esta dúvida é complexa e já foram escritos diversos livros sobre o tema. Mas se você quer começar agora a entender como são os critérios básicos para se escolher uma ação sugiro ler o artigo Como Selecionar Ações publicado no site da Suno.

É um artigo introdutório mas lhe explicará os critérios básicos para identificar uma boa empresa. Você entenderá o que é ROE (Returno on Equity, em português Retorno sobre Patrimônio Liquido) e saberá porque este indicador é uma das melhores métricas para avaliar a capacidade que uma empresa tem de gerar valor aos seus acionistas. Verá também que a causa de mortes número 1 de empresas é divida. Por isto, analisar o endividamento das empresas é algo fundamental para escolher boas ações para investimento. O fato é que a maioria das empresas possuem dívidas, mas estas devem ser saudáveis e compatíveis com o patrimônio e a geração de caixa da empresa.

Não Crie Expectativas Falsas Sobre a Bolsa de Valores!

Termino este artigo com um texto postado recentemente por Tiago Guitián Dos Reis que é o sócio-fundador da Suno. Se você está começando a investir na Bolsa de Valores é fundamental que leia e entenda o que ele quer dizer:

NÃO CRIE FALSAS EXPECTATIVAS SOBRE O MERCADO DE CAPITAIS

Um membro do grupo escreveu algo como “o mercado de capitais é uma grande fraude, tenho ações da Itaúsa faz três meses e estou no prejuízo”.

O mercado de capitais não é uma fraude, verdadeiras fortunas são construídas através dele. Ele financia empresas de verdade, que geram empregos de verdade e que pagam impostos de verdade.

A única coisa que não é verdadeira é a expectativa que alguns investidores depositam no mercado de capitais.

O investidor esta há apenas três meses investindo e queria o que? Ter ficado milionário?

“Ahhhh mas eu estou com prejuízo”. Sim, isso acontece. Sobretudo no curto prazo.

Agora entre em um base de dados e veja o grafico da Itausa das ultimas três décadas. O papel multiplicou por mais de 100 vezes. Isso não é fraude. São números reais e que enriqueceram muitas pessoas.

O que me incomoda é que muitas pessoas depositam no mercado de capitais uma expectativa irreal.

As ações não andam em linha reta para cima e na velocidade que você deseja. Ele tem o ritmo dele, e esperar mais dele é algo irreal.

Warren Buffett é talvez o maior investidor do planeta. Ele conseguiu retorno de aproximadamente 20% ao ano em dolar.

Querer algo a mais do que isso é ganância. E se você espera mais do que isso será frustrado.

“Ahhh então eu vou para o trade, lá posso ganhar rapidamente.”
Boa sorte. Você vai precisar.

Eu não sei quem criou essa falsa expectativa nas pessoas.

Talvez tenha sido os filmes de Hollywood, que associam a riqueza de Wall Street a ganhos rápidos.

Talvez tenha sido algumas empresas de internet que prometem ganhos rápidos e certos, mas que nunca se materializam.

Talvez tenha sido o próprio “investidor” que desenvolveu sozinho essa expectativa.

Mas o fato é que essa expectativa existe, e deve ser alinhada com a realidade desde o inicio: não existe dinheiro fácil. Quem diz que existe é charlatão. Não cai na sua conversa.

Se você é um investidor iniciante, uma das poucas coisas que te peço é que seja realista nas suas expectativas de retorno e saiba que as ações não andam em linha reta para cima.

3 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.