É impossível negar o sucesso que o bitcoin obteve no mundo. A moeda digital tornou-se a principal criptomoeda do planeta. O bitcoin foi projetado para possibilitar transações globais e aumentar a inclusão financeira. Milhares de comerciantes em todo o mundo começaram a aceitar pagamentos em bitcoin. Apesar da gigante especulação em torno da moeda, seu valor intrínseco baseado na sua proteção natural contra a ingerência monetária dos governos é algo que está atraindo milhares de investidores pelo mundo afora. Nesta página você encontrará o gráfico em tempo real do bitcoin, gráfico histórico e cotação.



Entender o funcionamento bitcoin e outras criptomoedas não é tarefa trivial, você precisa estar familiarizado com alguns conceitos de tecnologia da informação e ciência da computação além de conhecer também um pouquinho de economia. Mas vamos tentar simplificar a questão, podemos dizer que o bitcoin é uma espécie de dinheiro virtual, com uma característica que o distingue das demais moedas como o Dólar e o Real: não é emitido por nenhum governo, ou seja, nenhum banco central irá imprimir bitcoins. O preço do bitcoin é determinado de forma livre no mercado pelos indivíduos, e aqui vale a antiga regra da demanda-oferta. Como tecnologia disruptiva, o bitcoin é considerado o primeiro sistema de pagamentos global totalmente descentralizado.

Podemos dizer que o bitcoin é uma moeda digital criptografada que funciona em uma arquitetura de rede peer-to-peer (ponto-a-ponto). Até o surgimento do bitcoin, transações financeiras precisavam de um intermediário para serem efetivadas. Por exemplo, se você pretende fazer uma compra via cartão de crédito então necessita de uma operadora de cartão de crédito ou um banco para pagar um boleto. Com o bitcoin é diferente, como sua arquitetura é peer-to-peer, não há necessidade de uma entidade financeira intermediária, e o resultado é economia de dinheiro e velocidade. E tudo isto só foi possível através da concepção de um topologia distribuída denominada blockchain, onde todas as transações são registradas de forma segura e descentralizada.

A arquitetura de rede peer-to-peer desempenha uma função fundamental: a de garantir a distribuição do blockchain a todos os usuários, assegurando que todos os nós da rede detenham uma cópia atual e fidedigna do histórico de transações do bitcoin a todo instante. Já a a criptografia desempenha duas funções essenciais: a de impossibilitar que um usuário gaste os bitcoins da carteira de outro usuário (autenticação e veracidade das informações) e a de impedir que o blockchain seja violado e corrompido (integridade e segurança das informações, evita o gasto duplo).

bitcoin

A segurança do bitcoin está baseada na implementação de chaves de segurança. Existe uma chave privada, que é mantida em segredo pelo detentor do bitcoin, como uma senha, e outra pública, que pode ser compartilhada com todos. Quando Fulano decide transferir bitcoins ao Ciclano é criada uma transação que contém a chave pública do Ciclano assinada com chave privada do Fulano. Olhando a chave pública do Fulano, qualquer um pode verificar que a transação foi de fato assinada com sua chave privada, sendo, assim, uma troca autêntica, e que Ciclano é o novo proprietário dos bitcoins. A transação é registrada com data e hora em um bloco do blockchain e a criptografia de chave pública garante que todos os computadores na rede tenham um registro constantemente atualizado e verificado de todas as transações dentro da rede bitcoin, o que impede qualquer tipo de fraude.

Pelo fato da arquitetura de rede ser peer-to-peer, não há uma autoridade central encarregada de criar bitcoins nem de verificar as transações. Essa rede depende dos usuários que fornecem força computacional para realizar os registros e as reconciliações das transações. Esses usuários são chamados de “mineradores” porque são recompensados pelo seu trabalho com bitcoins recém-criados. Estão literalmente escavando bitcoins, com a utilização de computadores que resolvem problemas matemáticos complexos. Por isto muitos consideram o bitcoin uma verdadeira commodity tal qual o outro e o minério de ferro, com a única diferença de ser gerada digitalmente. Uma característica marcante deste processo de mineração é que ele ocorre a uma taxa previsível e limitada pois o algoritmo incrementa a dificuldade do problema matemático na medida que novos bitcoins vão sendo gerados.

Mas a mineração de bitcoins não continuará indefinidamente. O algoritmo foi propositalmente concebido de modo a reproduzir a extração de ouro ou outro metal precioso da Terra, isto é, somente um número limitado e previamente conhecido de bitcoins poderá ser minerado. A quantidade arbitrária escolhida como limite foi de 21 milhões de bitcoins. Estima-se que os mineradores extrairão o último “satoshi”, ou 0,00000001 de um bitcoin, no ano de 2140. Uma vez que o último “satoshi” tenha sido minerado, os mineradores que direcionarem sua potência de processamento ao ato de verificação das transações serão recompensados com taxas de serviço, em vez de novos bitcoins minerados. Isso garante que os mineradores ainda tenham um incentivo de manter a rede operando após a extração do último bitcoin.

Gráfico fornecido pela TradingView



melhores exchanges brasileiras de criptomoedas
Melhores

Melhores Exchanges Brasileiras de Criptomoedas

As moedas digitais vieram para ficar. Até pouco tempo atrás pouca gente falava a respeito, as criptomoedas eram conhecidas apenas por pessoas ligadas à área de investimentos e de tecnologia, mas recentemente ganharam grande projeção na mídia e está todo mundo falando a respeito. O bitcoin continua sendo a principal criptomoeda do mercado, mas esse ano foi espetacular para diversas

Read more
melhores criptomoedas
Melhores

Melhores Criptomoedas

Parece mentira, chega a ser assustador, mas quem comprou mil reais em bitcoins há um ano tem hoje cerca de 21 mil reais. Muitos afirmam que esta valorização sem precedentes é a maior bolha financeira da era moderna. Pessoalmente também considero que este fenômeno tem ares de uma bolha, mas pode ser a primeira bolha financeira que não irá estourar,

Read more