O Litecoin é considerado uma cópia do Bitcoin, sendo a primeira criptomoeda ao usar o código “original” da rede Bitcoin. Porém o Litecoin oferece um algoritmo de mineração diferente e transações mais rápidas. O Litecoin já é aceito como uma solução de pagamento em vários lugares, embora não esteja nem perto do nível de aceitação de Bitcoin. Nesta página você encontrará o gráfico em tempo real do Litecoin, gráfico histórico e cotação.



Ao contrário do Bitcoin, que nasceu de pai anônimo, o Litecoin tem criador conhecido. Formado pelo MIT, Charles Lee é um engenheiro de software que já trabalhou para o Google. Como projeto complementar ao seu trabalho diário, ele decidiu reescrever o Bitcoin, buscando corrigir algumas das falhas que via no desenvolvimento da moeda criptográfica. Em outubro de 2011, ele liberou a primeira versão do Litecoin que e seria futuramente simbolizada pela prata, em oposição ao ouro no qual o Bitcoin se inspira. A ideia é justamente essa, ser a prata para o ouro do Bitcoin – ou seja, uma opção mais leve e abundante.

O Litecoin (LTC) é uma criptomoeda sustentada por uma arquitetura de rede peer-to-peer e um projeto de software livre. Seu objetivo é permitir pagamentos instantâneos com um custo próximo à zero para qualquer indivíduo no mundo. Inspirada no Bitcoin, a criação e transferência de Litecoin está baseada num protocolo de criptografia de código aberto e não é gerida por uma autoridade central. Cada litecoin é subdivisível em 100.000.000 unidades menores, definidas por oito casas decimais. As semelhanças entre o Litecoin e o Bitcoin são amplamente maiores do que as diferenças, mas existe sim algumas diferenças marcantes:

1 – O Litecoin foi projetado para liberar quatro vezes mais moedas do que o Bitcoin, isto porque a rede Litecoin processa um bloco cada 2,5 minutos, em vez de cada 10 minutos como é o caso do Bitcoin.

2 – A rede Litecoin irá produzir 84 milhões de Litecoins, o que representa quatro vezes mais unidades do que a rede Bitcoin.

3 – A Litecoin utiliza a função scrypt no seu algoritmo de provas de trabalho: uma função sequencial de memória rígida que foi pensada inicialmente por Colin Percival. Esta função tem como objetivo prevenir que a mineração em GPU, FPGA e ASIC tenha uma vantagem significativa sobre a mineração com CPU, embora atualmente a mineração em GPU seja 10 vezes mais eficiente do que a mineração em CPU.

litecoin

O Litecoin foi lançado através de um cliente de código aberto em Github no dia 7 de outubro de 2011. Foi uma confluência do cliente Bitcoin-Qt, diferenciando-se apenas por ter um tempo modificado de geração de blocos, um algoritmo de hash diverso, e um GUI ligeiramente alterado. O Litecoin é um programa de código-aberto lançado sob a licença MIT/X11 que garante a você o poder de executar, modificar e copiar o programa, bem como distribuí-lo, a seu critério, versões modificadas do mesmo. O programa é lançado através de um processo transparente que permite verificação independente dos binários e de seus correspondentes códigos-fonte.

O blockchain do Litecoin é capaz de lidar com um volume maior de transações do que o Bitcoin. Graças à geração mais frequente de blocos, a rede suporta mais transações sem ter que modificar o software no futuro. Em consequência, os comerciantes obtêm confirmações mais rápidas, enquanto ainda têm a capacidade de esperar por mais confirmações ao vender itens mais custosos.

As transações, saldos, e emissões são geridas por uma rede peer-to-peer muito semelhante à de Bitcoin através de scrypt e seu esquema de provas de trabalho (as Litecoins são emitidas quando é encontrado um valor hash suficientemente pequeno, neste ponto é criado um bloco, o processo de criação dos blocos é chamado de mineração). A taxa de emissão forma uma série geométrica, e esta taxa divide-se em dois a cada 4 anos (cada 840.000 blocos) atingindo um total de 84 milhões de LTC.

Litecoins são comercializadas para ambas as moedas fiduciárias e as Bitcoins, geralmente nas transações online. As transações reversíveis (bem como as realizadas com cartão de crédito) não são utilizadas normalmente para comprar Litecoins, pois as transações com Litecoin são irreversíveis, portanto, existe o perigo de estorno.

Gráfico fornecido pela TradingView



melhores exchanges brasileiras de criptomoedas
Melhores

Melhores Exchanges Brasileiras de Criptomoedas

As moedas digitais vieram para ficar. Até pouco tempo atrás pouca gente falava a respeito, as criptomoedas eram conhecidas apenas por pessoas ligadas à área de investimentos e de tecnologia, mas recentemente ganharam grande projeção na mídia e está todo mundo falando a respeito. O bitcoin continua sendo a principal criptomoeda do mercado, mas esse ano foi espetacular para diversas

Read more
melhores criptomoedas
Melhores

Melhores Criptomoedas

Parece mentira, chega a ser assustador, mas quem comprou mil reais em bitcoins há um ano tem hoje cerca de 21 mil reais. Muitos afirmam que esta valorização sem precedentes é a maior bolha financeira da era moderna. Pessoalmente também considero que este fenômeno tem ares de uma bolha, mas pode ser a primeira bolha financeira que não irá estourar,

Read more